Você está aqui

2001, Ano Internacional do Voluntariado

Foto de bertrand693
Enviado por bertrand693 em qua, 2001-05-02 16:00

Ser voluntário é ser solidário, ser solidário com a idéia de auxílio, da orientação, e ser solidário principalmente com as instituições e pessoas que necessitam de nosso conhecimento e experiência.

A idéia é tão real que em 18 de fevereiro de 1998 o Presidente da República sancionou a Lei do Voluntariado que normaliza juridicamente o voluntariado. Em seu artigo 1º a Lei reza que: “Considera-se serviço voluntário, para fins desta lei, a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza ou instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive, mutualidade. Parágrafo único: O serviço voluntário não gera vínculo empregatício nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim” (Lei nº 9608, de 18 de fevereiro de 1988).

No intuito de se organizar e orientar o serviço de voluntários foram criados os “Centros de Voluntários” que são instrumentos de promoção e de fortalecimento do voluntariado para melhoria da qualidade de vida. O Centro de voluntários é o elo de união entre a comunidade, os voluntários e as instituições, trabalho este realizado através da pesquisa da necessidade de voluntários nas instituições, do cadastramento, seleção, treinamento e encaminhamento de voluntários às instituições, pela criação de mão de obra voluntária para preenchimento de espaços nas entidades e até mesmo a criação desses espaços nas entidades para os voluntários disponíveis.

Através do programa de voluntários a empresa tem a oportunidade de adquirir mão de obra capacitada, com possibilidade de melhoria da qualidade de seu quadro de funcionários. Para o voluntário é a oportunidade de inicialmente poder auxiliar alguém e também de expor suas idéias e capacidades, ampliando consideravelmente seu universo de possibilidades.

Pensando nesta enorme gama de possibilidades de desenvolvimento, a Ordem Sagrada do Templo e do Graal optou pela criação de seu Centro de Voluntários para ser o responsável pelo gerenciamento de nosso trabalho de Beneficência. A implantação de um projeto piloto já está sendo arquitetada e esperamos em breve já poder apresentar resultados para que possamos expandir o processo em toda a área de atuação da Ordem. Contaremos com o trabalho de todos vocês.

     

Que Deus Pai e a Grande Mãe vos abençoem,
Sp. Bertrand DE LIÈVRE, i.o.f.
Esmoler Primaz do Convento do Templo

 

Nota: Os termos templários deste comunicado foram atualizados segundo as práticas correntes da Ordem em Janeiro de 2017.